segunda-feira, 29 de julho de 2013

CANTOS P/ MISSA DO 18º DOMINGO COMUM (04/08) – ano C


Leituras

Abaixo, seguem alguns cantos litúrgicos (cifras e áudio) indicados para esta celebração:
1ª leitura: Ecl 1,2; 2,21-23 = Que resta ao homem de todos os seus trabalhos?
Salmo Responsorial: Sl 89 = Vós fostes ó Senhor, um refúgio para nós
2ª leitura: Cl 3,1-5.9-11 = Esforçai-vos para alcançar as coisas do alto, onde está Cristo
Evangelho: Lc 12,13-21 = E para quem ficará o que acumulaste?


ENTRADA
(“O Profeta”, de Gilmer Torres Ruiz – gravação da Comunidade Recado)

Intro: Dm  C  Bb  C

   Dm                        F                      Am              Dm
1) Antes que eu te formasse dentro do ventre de tua mãe,
Gm                  Dm                     C        Am    Dm       C
Antes que tu nascesses, te conhecia, te consagrei.
Dm                    F                     Am                Dm
Para ser meu profeta entre as nações eu te escolhi,
Gm                Dm                  C           Am  Dm
Onde te envio irás e o que te mando proclamarás!

Bb                         F                                      Am                 Dm
Tenho que gritar, tenho que arriscar,  ai de mim se não o faço!
Am            Dm            Am       Dm              C                         Dm
Como escapar de Ti, como calar, se Tua voz arde em meu peito?
Bb                          F                                Am                Dm
Tenho que andar, tenho que lutar, ai de mim se não o faço!
Am            Dm           Am       Dm               C                         Dm
Como escapar de Ti, como calar, se Tua voz arde em meu peito?

2) Não tema arriscar-te porque contigo Eu estarei,
Não tema anunciar-me, em tua boca eu falarei!
Entrego-te meu povo, vai arrancar e derrubar,
Para edificares, destruíras e plantarás.

SALMO RESPONSORIAL
Salmo 89

       Am              B7            E7              Am
Vós fostes ó Senhor, um refúgio para nós!

   A7                                               Dm
1) Vós fazeis voltar ao pó todo ser mortal,
G7                                                        C
quando dizeis: “voltai ao pós, filhos de Adão!”
F                                                  Dm
Pois mil anos são para vós como ontem,
 E7                                          Am
qual vigília de uma noite que passou.

2) Eles passam como o sono da manhã,
são iguais à erva verde pelos campos:
De manhã ela floresce vicejante,
mas à tarde é cortada e logo seca.

3) Ensinai-nos a contar os nossos dias,
e dai ao nosso coração sabedoria!
Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis?
Tende piedade e compaixão de vossos servos!

4) Saciai-nos de manhã com vosso amor
e exultaremos de alegria todo o dia!
Que a bondade do Senhor e nosso Deus
repouse sobre nós e nos conduza


ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
(“Vai falar no Evangelho”, de Ir. Míria Kolling)

              F      F#º   Gm                C7            F   C7
1) Vai falar no Evangelho Jesus Cristo, aleluia!
             F        F#º Gm              C7           F      F7
Sua Palavra é alimento que dá vida, aleluia!

Bb         C7         F  Dm         Gm   C7       F    F7
Glória a Ti, Senhor,     toda graça e louvor!
Bb        C7         F  Dm         Gm   C7        F
Glória a Ti, Senhor,     toda graça e louvor!

2) A mensagem da alegria ouviremos, aleluia!
De Deus as maravilhas cantaremos, aleluia!

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS
(“Trabalhar o pão”, de Padre Zezinho)

                   Em                     Am
Trabalhar o pão,  celebrar o pão,
                                                 B7    Em  (Am Em)
Oferecer e consagrar e comungar o pão (bis)

    Em        Em/Eb        Em                              B7    Em
1) Fruto do suor e do trabalho, Sacrifício que Jesus pediu,     
               Em/Eb          Em              Am  B7           Em  E7
Pão da liberdade e da justiça, Pão da vida,   pão do céu:
         Am                B7      Em    (Am Em)
Te ofertamos porque tudo é teu.

2) Fruto da esperança e da partilha, Santa missa que nos faz irmãos,
Pão da liberdade e da justiça, Pão da vida, pão do céu:
Pão bendito de libertação!


COMUNHÃO
(“O meu reino tem muito a dizer”, de Frei Fabreti)

               A                          F#m          C#m                           D  
1) O meu Reino tem muito a dizer: não se faz como quem procurou
          A                           B7           E           A                            F#m 
aumentar os celeiros bem mais e sorriu! Insensatos, que valem tais bens,
           C#m                      D                A                          E      A      A7
se hoje mesmo terás o teu fim? Que tesouros tu tens pra levar além?

  D                   A        F#7    Bm         E            D   A  A7 
Sim, Senhor, nossas mãos vão plantar o teu Reino!
 D               A         F#7   Bm     E           A    (D  A E7)  
O teu Pão vai nos dar    teu vigor, tua paz!

2) O meu Reino se faz bem assim: se uma ceia quiseres propor,
Não convides amigos, irmãos e outro mais: sai à rua à procura de quem
Não puder recompensa te dar, que o teu gesto lembrado será por Deus!

3) O meu Reino quem vai compreender? Não se perde na pressa que tem
Sacerdote e levita que vão se cuidar. Mas se mostra em quem não se contém,
Se aproxima e procura o melhor para o irmão agredido que viu no chão.


ENVIO
(“Busque o alto”, de Celina Borges)

Intro: G Am7 C D

            G                                   Bm
1) Uma vida nova em Cristo venha experimentar
         C                              D
E de coração rendido, dia a dia se entregar
             G                               Bm
Com os olhos para o alto daqui menos depender
            C                                          C#º                    D
Para o mundo estamos mortos, nossa vida escondida está em Deus
                D7
Nasci pro céu...

 G                     Am7                      C                       D
Olhe, olhe mais longe, além do mundo, voe pro céu
  G                        Am7                     C                Cm    
Busque, busque o alto, por sobre a vida, veja o trono
                   G      Am7 C D                               G  Am7 C D
onde está Deus!                Alçando voo se lançar!

2) Vem do céu essa alegria que me faz compreender
Ver além da agonia e é certo eu vou vencer
Se levante para Cristo, não se arraste mais ao chão
Meu irmão cabeça erguida, Ele trás a nova vida, o amor e o perdão
Olhe pro céu...

 C                   D                Bm                      E7
Se portanto ressuscitastes, buscai tudo que está no alto
 Am7             D                      C   Cm                           G   Am7, C, D
Onde Cristo é tudo em todos, vem       à vida nova se lançar.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

CANTOS P/ MISSA DO 17º DOMINGO COMUM (28/07) – ano C


Leituras

Abaixo, seguem alguns cantos litúrgicos (cifras e áudio) indicados para esta celebração:
1ª leitura: Gn 18,20-32 = Que meu Senhor não se irrite se eu falar.
Salmo Responsorial: Sl 137 = Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, Senhor.
2ª leitura: Cl 2,12-14 = Deus vos trouxe para a vida junto com Cristo.
Evangelho: Lc 11,1-13 = Pedi e recebereis.


ENTRADA
(“Vai Começar a Missa”, de Grupo Ruah)

Intr.: F#7 D B7

E                       A                B7                   E
Vai começar a missa e o amor de Deus está
         A          E           F#7                 B7
Bem junto a nós, inundando este lugar!
E                       A                B7                   E
Vai começar a missa e o amor de Deus está
         A          E            F#7     B7        E
Bem junto a nós, inundando este lugar!

A7                                  E            (C#m B7)
     De coração aberto eu vou estar
A7                                  E           (C#m B7)
     E com entusiasmo me entregar
          F#7             D          B     B7
 Pra cantar, pra louvar, celebrar...

     E                     A                B7                   E
... Já começou a missa e o amor de Deus está...


SALMO RESPONSORIAL
Salmo 137

              Am                   B7                        E7               Am
Naquele dia em que gritei, Vós me escutastes ó Senhor!

A7                                                      Dm
1) Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,
G7                                                          C
porque ouvistes as palavras dos meus lábios!
F                                                       Dm
Perante os vossos anjos vou cantar-vos
   E7                                           Am
e ante o vosso templo vou prostrar-me.

2) Eu agradeço vosso amor, vossa verdade,
porque fizestes muito mais que prometestes;
naquele dia em que gritei, vós me escutastes
e aumentastes o vigor da minha alma.

3) Completai em mim a obra começada;
ó Senhor, vossa bondade é para sempre!
Eu vos peço: não deixeis inacabada
esta obra que fizeram vossas mãos!

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
(“Aleluia, quando estamos unidos”, versão de Pe. Zeca)

E   B7  C#m G#m A E B7
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (2x)

F#m                         G#7     C#m        G#7
1) Quando estamos unidos, estás entre nós
A           F#7          B4   B
e nos falarás da Tua vida.

2) Este nosso mundo sentido terá
se Tua palavra renovar.

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS
(“Um consagrado para amar”, de Eliana Ribeiro)

Intr.:  (Eb Bb/D  Bb/C  F) 2x

F              C/E              F                   C/E            Dm Dm/C
Venho Senhor me ofertar,  A minha vida consagrar.
Bb                               C/Bb         Am                   Dm
Quero renovar o meu sim,   Que tua vontade se faça em mim
     Gm       Bb/C                   F    Bb/C
Renova Senhor minha vocação.

  F                        C/E               F                        C/E
Um consagrado para amar, um consagrado pra se doar,
Bb/D                           F/C              G/B                   G             Bb/C
Um amor que tudo suporta, Um amor que não dá pra improvisar.
F                           C/E               F                        C/E
Um consagrado para amar, um consagrado pra se doar,
        Bb                                     F/A
Um amor que não busca interesses seus,
Gm                   Bb/C                      F
É o mais puro amor, o amor de Deus!


COMUNHÃO
(“Venho Senhor”, de Vida Reluz)

Intr.: D D4 D9 D

D                 A       Bm        F#m
Venho Senhor te receber agora
         G                      D/F#          Em                    A7
Teu santo corpo, Senhor / me enche do teu amor.
D                A        Bm        F#m
Venho Senhor te receber agora
         G                       D/F#            Em                        A7    G        D
Teu santo sangue, Senhor / transborda meu coração Senhor.

    G               A                    F#m         Bm
1) E ao receber teu corpo e sangue Senhor
Em                        A                   Am                D
Possa em mim brotar a paz, o amor e a salvação
G               A                F#m                Bm
E no teu altar seremos um em comunhão
      Em           A             G    (D D4 D9 D)
És grande ó meu salvador.

2) E ao receber teu corpo e sangue Senhor,
Não se faça em mim motivo de condenação
Mas se faça sim, Senhor presença tua em mim
És grande ó meu Salvador.


ENVIO
(“Tudo pode ser mudado pela oração”, de Canção Nova)

Intro: Cm Bb F

F                Bb/F                     F/A Dm7       Eb6  Bb/C   Dm    Bb/C
Com Jesus tudo pode ser mudado  pela força da oração
F                Bb/F                     F/A Dm7       Eb6  Bb/C    F    F7
Com Jesus tudo pode ser mudado pela força da oração

              Bb C/Bb      F7+ Dm          Gm7 Bb/C           Cm      F F/A
1) Tenha fé,        acredite  /     No poder       de Deus meu irmão
          Bb Bº     F/C Dm          Eb6  Bb/C                       F   Bb/F  F  Bb/F
Tenha fé,     acredite  /   No poder       de Deus meu irmão

2) Creia sim  como Maria / Que no poder de Deus confiou (2x)

3) Ele vive Ele reina / Ele é Deus, Nosso Senhor (2x)

domingo, 14 de julho de 2013

CANTOS P/ MISSA DO 16º DOMINGO COMUM (21/07) – ano C


Leituras

Abaixo, seguem alguns cantos litúrgicos (cifras e áudio) indicados para esta celebração:
1ª leitura: Gn 18,1-10 = Meu Senhor, não prossigas viagem sem parar junto a mim.
Salmo Responsorial: Sl 14 = Senhor, quem morará em vossa casa?
2ª leitura: Cl 1,24-28 = O mistério escondido nos séculos é agora revelado.
Evangelho: Lc 10, 38-42 = Marta recebeu-o em casa. Maria escolheu a melhor parte.


ENTRADA
(“Vou cantar”, de Frei Fabreti)

   (A7)       D  G    F#m              G
1) Vou cantar, entoar um canto novo,
       F#m             G               D         A7  D7
vou sair chamar o povo pra louvar. Aleluia!
          G          A7            F#m           G             D          A7  Am D7
Assim toda criatura: nossa terra, sol e lua vão louvar e cantar.

            G  Em                      F#m    Bm         G                  A7               Am D7
Se alguém     te louva em silêncio,     Tu acolhes, ó Senhor, sua oração.
            G  Em                        F#m   Bm        G                  A7                D     G      D
Se alguém    entoa um canto novo,    Tu acolhes, ó Senhor, sua canção. Aleluia!

2) É feliz quem em ti fez a morada,
Vida nova, outra casa pra ficar, aleluia!
Tu preparas mesa farta e alimentas pra jornada, dando amor, luz e paz.

3) O nascer de uma aurora radiante
Vai dourando a cada instante os trigais, aleluia!
Os pequenos e sofridos, nos teus braços acolhidos, vão louvar e cantar. 

SALMO RESPONSORIAL
Salmo 14

       C                    Am                 Dm           G7                                           C
Senhor, quem morará em vossa casa? Senhor, quem morará em vossa casa?

    A7                                        Dm
1) É aquele que caminha sem pecado
      G7                       C
e pratica a justiça fielmente;
C7                                      F
que pensa a verdade no seu íntimo
          G7                            C
e não solta em calúnias sua língua.

2) Que em nada prejudica o seu irmão,
nem cobre de insultos seu vizinho;
que não dá valor algum ao homem ímpio,
mas honra os que respeitam o Senhor;

3) Não empresta o seu dinheiro com usura,
nem se deixa subornar contra o inocente.
Jamais vacilará quem vive assim!

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
(“Vamos Todos Aclamar”, de Grupo Ruah)

Intr.: D7 C7 // D7 Eb7 D7 G7 (C7 C#7 D7)

G7                          C7
Aleluia, Aleluia, Amém!!!
G7                          C7
Aleluia, Aleluia, Amém!!!
                  D7                            C7
Nem só de pão vive o homem feliz
               D7                            Eb7      D7   G7   (C7 C#7 D7)
Com a palavra de Jesus aprendemos a viver

G7                                          C7
E o Verbo se fez homem e habitou entre nós
G7                                         C7
E mostrou que bem melhor é amar
                  D7                             C7
Curou os enfermos e mostrou salvação
            D7                      Eb7   D7   G7    (C7 C#7 D7)
E a boa-nova então vamos todos aclamar

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS
(“Sabes, Senhor”, de Lindberg Pires)

E             F#m            B7                                  E
Sabes Senhor, o que temos é tão pouco pra dar
E7            A                     B7                                              E
Mas este pouco, nós queremos com os irmãos compartilhar

          A               F#m     B7            G#m
1) Queremos nesta hora, diante dos irmãos,
        C#7         F#m       B7            E
Comprometer a vida, buscando a união

2) Sabemos que é difícil os bens compartilhar
Mas com a tua graça, Senhor queremos dar

3) Olhando teu exemplo, Senhor vamos seguir
Fazendo o bem a todos, sem nada exigir 


COMUNHÃO
(“Estás entre nós”, de Pe. Jonas Abib)

  Dm9             Bb9   C                    F C/E Dm9                Bb9   C                F     F#º
1) Tu és minha vida, outro Deus não há.      Tu és minha estrada, a minha verdade.
Gm        C7/9    F      C/E Dm  Bb9               C            F                 A7
Em tua Palavra eu caminharei, enquanto eu viver e até quando Tu quiseres.
Gm                  C7/9   F      C/E  Dm   Bb               C   C#º D9
Já não sentirei temor, pois estás aqui, Tu estás no meio de nós!

2) Creio em ti Senhor, vindo de Maria, Filho Eterno e Santo, homem como nós.
Tu morreste por amor, vivo estás em nós, Unidade trina com o Espírito e o Pai.
E um dia, eu bem sei, Tu retornarás. E abrirás o  Reino dos céus!

3) Tu és minha força, outro Deus não há. Tu és minha paz, minha liberdade.
Nada nesta vida nos separará. Em tuas mãos seguras minha vida guardarás.
Eu não temerei o mal, Tu me livrarás. E no Teu perdão viverei!

4) Ó Senhor da vida, creio sempre em Ti! Filho Salvador, eu espero em Ti.
Santo Espírito de Amor, desce sobre nós. Tu de mil caminhos nos conduzes a uma fé.
E por mil estradas onde andarmos nós, Qual semente nos levarás!

ENVIO
(“Mostra-me”, de Pe. Joãozinho)

 D                                   Bm             Bm7 
Mostra-me Senhor / teu caminho de Amor 
                 Em                               A              A7 
Mostra a estrada que conduz / para vida para a luz 
       F#m                                     Bm         Bm7 
E as pegadas neste chão / vão mostrar a direção 
          Em             G          A    A7 
Que aponta para o sol da libertação 

  D                                                   A
Mostra Senhor, o Teu caminho /  Mostra Senhor, o Teu caminho  
  G       A                                      D     (A7) 
Mostra / pra que possamos caminhar! (2x)